Breves
Inicio | Sociedade | Diocese do Algarve assinalou Dia Internacional da Pessoa com Deficiência com sensibilização para a inclusão

Diocese do Algarve assinalou Dia Internacional da Pessoa com Deficiência com sensibilização para a inclusão

Dia_internacional_pessoa_deficiencia_2018 (8)
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

A Diocese do Algarve assinalou no passado sábado, com uma marcha inclusiva e atividades lúdico-desportivas realizadas na Fuseta e uma eucaristia na Sé de Faro, o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência que se celebra anualmente a 3 de dezembro.

A iniciativa, promovida através do Serviço Diocesano Pastoral a Pessoas com Deficiência (SDPPD), teve início de manhã na zona ribeirinha da Fuseta com uma oração presidida pelo bispo do Algarve. D. Manuel Quintas desafiou os cerca de 150 participantes, alguns provenientes de instituições, a fazerem daquela jornada “um dia de festa, de encontro, de convívio, de partilha”. “Que deste dia fique a grata recordação que gere o desejo de outros dias como este, exatamente para viveres na mesma alegria”, desejou.

O prelado, que foi presenteado com uma t-shirt igual à que receberam os restantes participantes, convidou os presentes a rezar a oração da Avé Maria com uma intenção particular. “Somos muitos os que levamos connosco alguma deficiência e, sobretudo, pelas famílias que têm no seu seio alguém a este nível, que esse alguém seja acolhido como uma bênção de Deus, como uma oportunidade de deixarmos sair do nosso coração o melhor que temos”, pediu.

Na sequência das palavras de abertura do coordenador do SDPPD, D. Manuel Quintas já tinha evidenciado que na vida “é o bem que fica” e que “tudo o resto passa”. “Aquilo que fazemos por nós, quando desaparecemos, morre connosco. Aquilo que fica cá é tudo aquilo que fazemos pelos outros. Os outros vão ficar com isso na memória por muitos anos”, tinha dito Cesariano Martins.

A jornada contou ainda com a participação da diretora nacional do Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência, Isabel do Vale, e do presidente da União de Freguesias de Moncarapacho e Fuseta, Manuel Carlos.

Depois da oração, foi feita uma largada de pombos, seguindo-se uma aula de zumba e uma caminhada de cerca de seis quilómetros que levou os participantes a contornar o parque de campismo até à praia e a seguirem até à Torre de Bias.

De tarde, a eucaristia foi presidida pelo pároco da paróquia da Sé de Faro, padre Rui Barros Guerreiro, e a jornada terminou com uma largada de balões.

Fotogaleria

Verifique também

Ministra diz que as dificuldades nas escalas de Urgência Pediátrica do Algarve ficam resolvidas no final de mês

A ministra da Saúde, Marta Temido, reconheceu hoje que as dificuldades que têm afetado as …