Breves
Inicio | Sociedade | Diocese do Algarve promove inquérito para conhecer realidade religiosa dos jovens

Diocese do Algarve promove inquérito para conhecer realidade religiosa dos jovens

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

A Diocese do Algarve, através do seu Setor da Pastoral Juvenil, está a promover um inquérito online para conhecer a realidade religiosa dos jovens algarvios.

A iniciativa destina-se a todos os jovens residentes no Algarve com idades compreendidas entre os 16 e os 30 anos, crentes e não crentes, e deverá ser preenchido até dia 8 de setembro próximo.

“Com este trabalho pretende-se fazer um estudo o mais rigoroso possível sobre o perfil do jovem algarvio, dando relevo a questões relacionadas com a existência de Deus, a fé e a religião”, explica a organização, acrescentando que “não se destina, por isso, ao público restrito de católicos, mas sim a todos aqueles que, de coração sincero, buscam a verdade nas suas vidas”.

A iniciativa tinha sido anunciada em setembro do ano passado, na Assembleia Diocesana de lançamento do presente ano pastoral, pelo assistente do Setor Diocesano da Pastoral Juvenil (SDPJ). O padre Nelson Rodrigues disse que o SDPJ iria promover um inquérito e uma assembleia para “perceber a realidade da juventude” e “para a Igreja ouvir os jovens”, não só os membros das comunidades paroquiais, mas “todos os jovens algarvios que queiram participar”. “Não podemos deixar os jovens irem dando os primeiros passos sempre com a supervisão dos que pensam ser versados em pastoral”, alertou, acrescentando que, “no contexto do Sínodo [dos Bispos de 2018 que será dedicado à realidade juvenil], esta auscultação é uma primeira resposta ao sentir dos jovens sobre o modo como vivem a sua fé e se sentem Igreja”.

No mesmo mês, no âmbito da apresentação das atividades destinadas aos jovens, a coordenadora do SDPJ explicou que a realização do inquérito seria uma das principais iniciativas a realizar e apelou à sua divulgação não apenas nas paróquias, mas também junto dos estudantes universitários. “Convém incentivar os jovens a participar nesse inquérito”, pediu Vânia dos Santos sobre o questionário que chegou a estar previsto para janeiro deste ano.

O inquérito anónimo, que agora foi divulgado, após a inquirição das habilitações e da naturalidade, apresenta 17 perguntas maioritariamente relacionadas com a prática religiosa. “Na tua família encontraste alguma referência religiosa?”, “De que modo é que isso te marcou?” ou “Como te relacionas hoje com o divino?”, são algumas das perguntas constituintes do questionário.

Verifique também

Colisão na EN124 fez ontem dois feridos graves e um ligeiro em Silves

Uma colisão entre dois veículos ligeiros na Estrada Nacional 124, em Silves, no Algarve, provocou …