Pub

Francisco_rosadoFaleceu o professor Francisco Rosado, um algarvio amante e promotor da flauta e da música antiga. Segundo, Paulo Cabrita, amigo da vítima, o músico e professor faleceu ontem à noite, por volta das 22h.

Francisco Rosado nasceu em Faro a 20 de junho de 1951, onde desenvolveu os estudos até o ensino secundário.

No início dos anos 70 por oposição ao Regime do Estado Novo partiu para Paris, obtendo o estatuto de exilado político da ONU. Regressou a Faro em 1975 para continuar os estudos na área da música. Estudou flauta de bisel com Catarina Latino e Pedro Couto Soares, participou em várias master classes promovidas pela Fundação Calouste Gulbenkian.

Foi no ensino e na promoção da música antiga que assumiu grande destaque no Algarve: foi um dos fundadores do Grupo de Música Antiga do Conservatório e constituiu o Consort de flautas do Conservatório Regional do Algarve Maria Campina.

O professor Francisco Rosado esteve também ligado à programação dos Encontros de Música Antiga de Loulé desde 1999, tendo sido o seu diretor artístico. Fundou o Ensemble de flautas do Centro de Expressão Musical de Loulé e possui vários CDs gravados.

Lecionava Flauta de Bisel e Classe de conjunto no Conservatório Regional do Algarve Maria Campina, tendo sido reconhecido como especialmente relevante o seu desempenho, tendo influenciado positivamente várias dezenas de alunos ao longo do seu percurso profissional.

“É inquestionável a perda que a sua partida prematura representa para a comunidade do ensino artístico e para a música e cultura do Algarve”, refere uma nota da Direção Regional de Cultura do Algarve.

Pub