Pub

Depois de um "nulo" ao intervalo, os bracarenses acabaram por chegar ao triunfo graças a um golo do extremo internacional sub-21 português, emprestado pelo Betis, aos 67 minutos, depois de um belo passe de Ruben Micael.

No segundo jogo de preparação do estágio algarvio, Jesualdo Ferreira deixou os teóricos titulares no banco e chamou ao "onze" inicial os jogadores que, previsivelmente, vão ser as alternativas, entre os quais alinharam três reforços: Luís Silva, Rafa e Pedro Santos.

O extremo ex-Vitória de Setúbal foi o jogador que se exibiu em melhor forma, estando na génese dos melhores momentos dos minhotos, em duas ocasiões desperdiçadas por João Pedro (07 e 15), a segunda evitada "a meias" entre o guardião algarvio e a barra.

O Farense, que se assume como candidato à subida à I Liga e deixou boas indicações, foi equilibrando a partida aos poucos e gerou alguns lances de perigo, nomeadamente por Matias, que aos 25 minutos atirou por cima depois de uma boa jogada de contra-ataque dos algarvios.

Ao intervalo, Jesualdo Ferreira chamou os previsíveis titulares, mas o Sporting de Braga reentrou apático e sem "chama", com algumas dificuldades em "ligar" o jogo e chegar ao ataque com perigo.

Ainda assim, os bracarenses chegaram à vantagem que lhes valeu o triunfo, aos 67 minutos, quando Ruben Micael "descobriu" um Salvador Agra isolado, tendo o extremo ultrapassado o guardião Ricardo Neves e atirado para a baliza deserta.

Lusa

Pub