Pub
Em comunicado, a Câmara de Faro diz que os núcleos prevêem a implantação de 515 camas cada um, correspondendo às zonas do Litoral, abrangendo o perímetro territorial da zona do Montenegro, e do Barrocal, que abarca as freguesias de Estói, Santa Bárbara de Nexe e Conceição.

Segundo a autarquia, na elaboração dos termos de referência foram ponderados documentos base como o Plano Regional de Ordenamento do Território (PROT) do Algarve e o Plano Director Municipal (PDM) de Faro.

"A consecução dos núcleos turísticos propostos constituirá um indispensável instrumento de afirmação turística do concelho e emerge como um vector estratégico de relançamento económico", diz a Câmara em comunicado.

O executivo acrescenta ainda ter como objectivo "harmonizar as assimetrias de oportunidades entre a área urbana e o espaço rural", favorecendo a implantação de unidades hoteleiras que originem um efeito multiplicador.

A Câmara de Faro diz aguardar agora as propostas de grupos empresariais que desejem concorrer apresentando projectos de investimento para as referidas zonas.

Pub