Pub

A Universidade do Algarve (UAlg) tornou esta semana público que a empresa “Fundação para o Desenvolvimento da Universidade do Algarve”, com sede em Montenegro, Faro, foi dissolvida e extinta por não haver condições para funcionar.

“Foi dissolvida e extinta a Fundação para o Desenvolvimento da Universidade do Algarve, por não se encontrarem reunidas as condições que viabilizem o seu funcionamento, tendo sido estabelecidos os procedimentos legais conducentes á sua dissolução e extinção, com efeitos a partir de 01 de julho de 2013”, indica a UAlg

O anúncio, publicado esta semana num jornal de circulação nacional, é assinado pelo reitor da Universidade do Algarve, João Guerreiro, e datado de 12 de setembro

A Universidade do Algarve, academia pública criada em 1979, com perto de nove mil alunos e 807 professores, tem em curso o processo de candidatura para um novo reitor desde 06 de setembro e o prazo termina dia 17 de outubro

Nas últimas eleições, em 2009, o candidato vencedor foi João Guerreiro, com 21 votos dos membros do Conselho Geral, e que concorreu a par com Rodrigo Magalhães (4 votos), diretor da Kuwait-Maastrischt Business School e de Helena Pereira (7 votos), vice-reitora da Universidade Técnica de Lisboa

Pub