Pub

Em comunicado, o antigo presidente da Câmara de Faro, José Vitorino, refere que os dirigentes a quem o autarca se refere foram nomeados por si embora tenham sido ameaçados "como se viessem de mandatos anteriores".

"A verdade é que são onze os altos responsáveis que tiveram o apoio de Macário Correia há mais de um ano, incluindo diretores de departamento, administradores de empresas municipais e comandantes dos bombeiros", diz Vitorino.

O líder daquele movimento sublinha que as chefias dos três departamentos "mais visados" – Urbanismo, Finanças e Fiscalização -, foram renomeadas pelo atual presidente.

"Perante isto e já no segundo ano de mandato, se os dirigentes são maus como diz, o presidente só tem que se queixar de si próprio. O que diz é, sobretudo, uma confissão de incompetência, conclui.

O presidente da Câmara de Faro não quis comentar o comunicado daquele grupo de eleitores liderado por José Vitorino.

Na passada semana foram veiculadas notícias segundo as quais Macário Correia (PSD) instaurou processos disciplinares aos funcionários que atrasam trabalho, aumentam os processos pendentes, ameaçando com a demissão das chefias desses departamentos.

Lusa

Pub