Inicio | Igreja | Grupo de algarvios participou em Roma no 50º aniversário do Caminho Neocatecumenal

Grupo de algarvios participou em Roma no 50º aniversário do Caminho Neocatecumenal

Foto © Foto Vatican News

O papa recebeu no passado sábado em Tor Vergata, nos arredores de Roma (Itália), cerca de 150 mil membros do Caminho Neocatecumenal vindos de todo o mundo, também de Portugal, por ocasião do seu 50.º aniversário.

Entre os portugueses participantes no evento estiveram cerca de 35 elementos das comunidades algarvias presentes nas paróquias matriz de Portimão, Conceição de Faro e Monte Gordo.

Durante a celebração com representantes da Comunidade Neocatecumenal em 134 nações do mundo, incluindo de países atingidos por situações de conflito, como o Iraque, o Líbano e Israel, Francisco cumprimentou de forma especial aqueles que “iniciaram o caminho há 50 anos” e presidiu à cerimónia de envio de vários grupos e famílias do Caminho Neocatecumenal. Elementos que vão estar em missão e procurar afirmar a fé cristã em vários territórios, no próprio país de origem e no estrangeiro.

Na cerimónia de envio foram abençoados pelo papa 34 grupos que vão estar em missão ‘ad gentes’ em várias partes do mundo e também 25 comunidades de paróquias italianas.

O Caminho Neocatecumenal nasceu em Espanha, por iniciativa do pintor e músico Kiko Argüello e da missionária Carmen Hernández, já falecida; é reconhecido pela Igreja Católica como um itinerário de formação católica válido para a sociedade e os dias de hoje.

A Portugal chegou por volta de 1969, trazido por Kiko Argüello, que foi viver para a Penha de França, em Lisboa, tendo-se afirmado ao longo dos anos como uma das expressões católicas mais emergentes no país, contando atualmente com mais de 300 comunidades espalhadas pelas dioceses portuguesas.

Destaque ainda para a existência de três seminários com vocações que brotam do Caminho Neocatecumenal, em Lisboa, em Évora e no Porto.

com Ecclesia

Verifique também

Bispo do Algarve presidiu à nova memória litúrgica de Maria, ‘Mãe da Igreja’

O bispo do Algarve lembrou ontem à noite na Sé de Faro a certeza que …

Deixe uma resposta