Breves
Inicio | Igreja | Imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima chegou a Silves

Imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima chegou a Silves

Visita_silves_imaem_peregrina_n_sra_fatima (51)
Foto © Samuel Mendonça

Desde que saiu de Vila Real de Santo António, no passado domingo, a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima passou por várias paróquias até chegar a Silves, onde foi acolhida ontem à noite.

Depois de Vila Real de Santo António, a imagem da Virgem Maria passou pelas paróquias de Alcoutim – onde foi também recebida por um grupo de espanhóis provenientes do município vizinho de Sanlúcar del Guadiana, do outro lado do rio – Castro Marim, Almancil, pela comunidade de Olhos d’Água da paróquia de Albufeira, Ferreiras, Paderne (tendo visitado o Centro Paroquial) e Boliqueime (tendo visitado o Lar da Santa Casa da Misericórdia). Ontem passou pelas paróquias de Querença (incluindo a comunidade de Tôr), Alte (incluindo a comunidade de Benafim) e Algoz, até chegar a Silves.

À chegada da imagem à Sé, onde a esperavam muitas pessoas, o padre Vasco Figueirinha, pároco local, lembrou o “apreço muito especial” que o povo português tem por Nossa Senhora. “A nossa história tem sido agraciada com a presença e proteção de Maria e, naturalmente, as nossas vidas pessoais”, afirmou o sacerdote, destacando o significado das aparições da Virgem em Fátima. “Recordam-nos a misericórdia de Deus que não desiste de nós. Recordam-nos que Deus, olhando para os flagelos do mundo através de três humildes pastores, nos convida a todos por meio de Maria, sua Mãe, a orar, a oferecermo-nos como sacrifício vivo para que o Senhor chegue ao coração de todos os homens. Não podemos, por isso, ficar indiferentes a este apelo, é preciso rezar muito, é preciso converter o nosso próprio coração a Deus, é preciso oferecer o nosso próprio sofrimento para a nossa salvação e para a dos outros”, prosseguiu, lembrando que “a própria oração dos pastorinhos era intercessão”. “Pediam incessantemente pela conversão dos pecadores, pela paz. Devemos seguir o seu exemplo”, exortou o pároco na celebração de acolhimento.

O padre Vasco Figueirinha lembrou ainda que Maria é caminho para Deus. “Nossa Senhora é «escada» do céu, pois por ela podemos subir a Deus, mas para isso é necessário fazer isto que ela nos pede: cumprir a vontade de Jesus”, advertiu. “Que esta visita da imagem peregrina de Nossa Senhora do Rosário de Fátima seja para nós estimulo a vivermos mais intensamente a nossa fé, apoiados na misericórdia e no amor do Pai que se dá a nós por meio do seu Cristo”, desejou.

Depois da celebração, realizou-se uma procissão com a imagem a ser transportada pelo veículo que a conduz pelas principais ruas de Silves. No final do cortejo, a imagem foi entronizada na Sé, onde hoje permanece. Amanhã e, segundo o programa divulgado, estará presente na eucaristia de abertura da Porta Santa daquela igreja, presidida às 18h pelo bispo do Algarve, D. Manuel Quintas, seguindo depois para a paróquia de São Bartolomeu de Messines. No domingo, a imagem de Nossa Senhora, após a missa dominical sairá com destino a Fátima para manutenção. No dia 23 regressará ao final do dia ao Algarve, seguindo para as paróquias de Lagos.

Verifique também

Há 60 anos falecia em acidente de viação o padre José Gomes da Encarnação

Cumprem-se hoje 60 anos da trágica morte do padre José Gomes da Encarnação, antigo administrador …