Pub

Faro passou a ter uma equipa do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) para transportar para os hospitais de referência as pessoas suspeitas de estarem infetadas com o novo coronavírus (ontem oficialmente designada Covid-2019), anunciou a entidade.

O reforço do transporte com mais duas equipas, uma em Faro e outra em Coimbra, vigora desde quarta-feira da semana passada e foi anunciado pelo presidente do INEM, Luís Meira, numa conferência de imprensa, em Lisboa, onde foi feito um novo balanço sobre a infeção pelo ‘Covid-2019’, detetado na China em dezembro.

Antes, o transporte para os hospitais de referência das pessoas suspeitas de estarem infetadas com o novo coronavírus era apenas assegurado por duas equipas em Lisboa e no Porto.

De acordo com as orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS), os casos suspeitos, que são validados por três médicos, são encaminhados pelo INEM para três hospitais de referência: Hospital Curry Cabral e Hospital Dona Estefânia, em Lisboa, e Hospital S. João, no Porto.

A Organização Mundial de Saúde declarou há uma semana o surto do novo coronavírus uma emergência de saúde pública internacional devido ao risco elevado de propagação do ‘Covid-2019’ à escala global.

Cientistas, investigadores e peritos de saúde pública estão desde ontem em Genebra (Suíça) num fórum de dois dias para debater formas de controlar e lidar com o surto do novo coronavírus detetado na China.

A reunião, que junta investigadores, peritos e responsáveis de saúde, foi convocada pela OMS, pretende coordenar os esforços para encontrar respostas para a nova epidemia.

O novo coronavírus já provocou mais de 43 mil infetados e mais de mil mortos, sendo que apenas uma das vítimas mortais ocorreu fora da China, nas Filipinas.

com Lusa

Pub