Pub

“Neste momento, é normal que Benfica jogue no campeonato com a equipa que não costuma ser aquela que, na prática, tem sido a mais forte”, disse o jogador, em conferência de imprensa, sobre um jogo que será disputado entre os dois compromissos dos “encarnados” com o Sporting de Braga para a Liga Europa.

Jorge Gonçalves salientou que o adversário “tem uma excelente equipa e um excelente plantel”, mas ressalvou: “As rotinas desses jogadores não são as rotinas dos outros, o que é perfeitamente natural”.

“Para qualquer equipa que jogue com o Benfica acaba por ser, não digo tão acessível, mas mais fácil de compreender o jogo e tapar espaços. Vamos tentar jogar com isso, aproveitar isso a nosso favor”, destacou o jogador, que chegou esta época aos algarvios.

O extremo referiu que espera “um jogo bastante difícil”, o qual o Olhanense, há nove jogos sem ganhar na Liga, deve encarar “com a máxima seriedade e concentração”, até porque precisa de pontuar para garantir a manutenção.

“Estamos a superar esta má fase. Vamos encontrar um adversário bastante difícil e neste jogo só temos a ganhar, não temos nada a perder. É com esse espirito que temos de entrar em campo, lutando por pontuar”, finalizou.

Também o médio Fernando Alexandre, jogador emprestado ao Olhanense pelo Sporting de Braga que fez a sua formação no Benfica, abordou a partida de domingo e o confronto com os “encarnados”.

“Há sempre um sentimento especial. Foi lá que me formei enquanto homem e jogador, devo-lhes isso e estou grato. Mas seguimos caminhos diferentes e no domingo vou lutar pela minha camisola, obviamente, ainda para mais numa situação em que precisamos de pontos para garantir o nosso objetivo”, realçou.

Apesar de o Benfica poder fazer “poupanças” diante do Olhanense, Fernando Alexandre espera uma tarefa complicada: “É uma das principais equipas do campeonato e tem uma equipa forte, qualquer que seja o ‘onze’. Temos de fazer o nosso trabalho e jogar contra a sua qualidade”.

Sobre o duelo entre Benfica e Sporting de Braga, para a Liga Europa, o médio referiu que “são duas equipas fortes” e não arriscou prognósticos: “Na meia-final da Liga Europa não conta assim tanto a equipa que está melhor e motivação haverá de certeza. É jogo de 50-50.”

“Vou seguir o jogo com atenção. Vou torcer pela minha equipa e isso fica só para mim”, acrescentou Fernando Alexandre.

O Olhanense, 13º classificado, com 29 pontos, recebe domingo, às 18.15, o Benfica, segundo classificado, com 58 pontos.

Lusa

Pub