Inicio | Educação | Lobitos do CNE comemoraram o patrono S. Francisco em S. Brás de Alportel

Lobitos do CNE comemoraram o patrono S. Francisco em S. Brás de Alportel

Dia_lobito_2018 (31)
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Os Lobitos da Região do Algarve, pertencentes ao Corpo Nacional de Escutas (CNE), comemoraram o seu patrono São Francisco de Assis no passado fim-de-semana.

A atividade regional, que acontece anualmente no fim-de-semana seguinte ao dia em que a Igreja celebra a festa litúrgica do santo – 4 de outubro –, teve este ano lugar em São Brás de Alportel, na Escola EB 2,3 Poeta Bernardo de Passos, com a participação de 245 Lobitos (escutas entre os 6 e os 10 anos de idade, pertencente à I secção do CNE) de 21 dos 34 agrupamentos algarvios daquele movimento.

Orientados por cerca de 80 dirigentes de todo Algarve, os pequenos escuteiros iniciaram a celebração do Dia do Lobito no sábado de manhã com a montagem do campo na escola, após o acolhimento.

A atividade, promovida pela Junta Regional do Algarve do CNE, através da sua Secretaria da I Secção, teve como imaginário uma “visita” do santo de Assis (Itália) à vila do barrocal algarvio, baseada no lema “São Francisco conhece São Brás de Alportel”.

Foram formadas equipas verticais (com bandos de diferentes alcateias [grupos de Lobitos de cada agrupamento]), às quais foram atribuídos nomes de doces regionais típicos daquela zona.

Dia_lobito_2018 (1)
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

No sábado à tarde, após a abertura de campo, dividido em quatro subcampos – “Alfarroba”, “Figo”, “Mel” e “Cortiça” – e a oração, os Lobitos passaram por sete pontos onde puderam aprender mais sobre a história, a natureza, a tradição e a cultura da vila. O contacto com os artesãos locais, a visita à Casa da Cultura António Bentes, onde está sedeado também o Museu do Trajo Algarvio ou à igreja matriz foram algumas das atividades que realizaram.

Dia_lobito_2018 (12)
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

De regresso ao campo e depois do jantar realizou-se o tradicional Fogo de Conselho.

No domingo de manhã, após a alvorada, a oração da manhã, o pequeno-almoço e a desmontagem do campo, os Lobitos realizaram na escola jogos de identificação de produtos locais através do olfato, do paladar e do tato.

Dia_lobito_2018 (30)
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Depois do almoço, foi celebrada a eucaristia campal, presidida pelo assistente regional do CNE. Na celebração, o padre Nelson Rodrigues destacou o exemplo de São Francisco de Assis, detentor de “um coração bom, que fez com que deixasse até a casa dos pais, andasse muito por este grande continente que se chama Europa para dizer a todos o que é o amor, a unidade e a paz”. “Como é que ele fez isso? Esquecendo-se um bocadinho de si e pensando mais nos outros”, prosseguiu.

O sacerdote desafiou então os pequenos escuteiros a fazer o mesmo. “Quando eu, Lobito, começo a pensar mais no outro e esqueço-me, por momentos, de mim, vou fazer o outro mais feliz e, em consequência, eu fico mais feliz também”, afirmou, propondo aos escuteiros que “experimentem isto uns com os outros”. “Preocupem-se mais com o outro do que convosco e vão ver que os vossos bandos vão ficar bandos mais felizes. Procurem isto na vossa escola e vão ver que a vossa turma vai ser um lugar onde vocês fazem questão de estar”, sustentou.

A atividade, realizada em colaboração com o Agrupamento 1130 de São Brás de Alportel e com o apoio da Câmara Municipal local, terminou após a eucaristia com a entrega dos diplomas de participação.

Fotogaleria

Verifique também

Novo itinerário de educação à fé quer complementar o que já existe

O diretor editorial das Edições Salesianas e coordenador, que no passado dia 7 deste mês …

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.