Pub

As redes sociais foram nos últimos dias meio de divulgação do apelo de uma mãe que quer salvar o seu filho, diagnosticado com síndrome mielodisplásico, uma doença rara.

Residente em Faro, Sandra Venâncio Caeiro, mãe de Miguel, de seis anos de idade, lembra que o transplante de medula óssea é a “única esperança”. “O tempo urge e precisamos de encontrar um dador compatível”, acrescenta a enfermeira.

Os dadores de medula óssea precisam ter entre 18 a 45 anos e peso igual ou superior a 50 quilos e não ter feito uma transfusão desde 1980. Qualquer pessoa nestas condições poderá contactar o serviço de sangue do hospital da sua área e inscrever-se para efetuar a recolha da amostra de sangue para constar do banco de dadores.

No caso do hospital de Faro, o contacto para agendamento da análise sanguínea é o 289891275. As colheitas são feitas todas as segundas-feiras, entre as 8h30 e as 12h30, no serviço de sangue daquela unidade que fica no piso 2 do edifício principal.

Pub