Breves
Inicio | Cultura | “Manter um acervo tecnológico como a Tipografia União é algo de muito importante”

“Manter um acervo tecnológico como a Tipografia União é algo de muito importante”

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

“Manter um acervo tecnológico como a Tipografia União é algo de muito importante em termos pedagógicos e culturais”.

A opinião é do coordenador nacional do Ano Europeu do Património Cultural 2018 que ontem, em declarações aos jornalistas à margem da inauguração da “Exposição para a Difusão do Conhecimento – Núcleo Histórico da Imprensa de Gutenberg e do Pentateuco de Faro”, se referiu à decisão anunciada pela Diocese do Algarve de criar um núcleo museológico no espaço da sua antiga tipografia, encerrada em 2012. “Não posso estar mais de acordo”, afirmou Guilherme d’Oliveira Martins, referindo-se à “riqueza que tem a Tipografia União”.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Aquele responsável, que também se congratulou com o desejo de abertura das principais salas do Paço Episcopal para visitas, lembrou que “falar da Tipografia União é falar de Folha do Domingo”, remetendo para o facto de a gráfica ter sido criada para impressão do jornal da diocese algarvia fundado em 1914.

O coordenador nacional do Ano Europeu do Património Cultural 2018 referiu-se ainda à intenção de candidatar Faro se a Capital Europeia da Cultura em 2027. “É perfeitamente possível. É um trabalho que vai ter de ser feito com muito rigor e muita determinação e eu julgo que está ao alcance de todos os algarvios”, afirmou, considerando tratar-se também de uma oportunidade para Portugal “reconhecer a importância da cultura do Algarve”.

Verifique também

“Curto regresso aos palcos” dos Ornatos Violeta incluirá concerto no Festival F em Faro

Os Ornatos Violeta, separados desde 2002, comemoram o 20.º aniversário do seu segundo e último …