Pub

O ex-Presidente da República, que falava na apresentação do seu último livro na Biblioteca Municipal de Faro, considerou que a Igreja católica foi um aliado importante. Recordando o histórico comício na capital (18 de julho de 1975), que viria a ficar conhecido como “Fonte Luminosa”, Mário Soares afirmou que o mesmo foi “um momento de viragem fantástico”, mas, “a Igreja Católica ajudou muito”.

“Eu conspirei com o cardeal patriarca D. António que fez uma coisa extraordinária: obrigou todos os padres de Lisboa a fazerem uma homilia a pedir para irem à Fonte Luminosa. E estavam lá todos”, afirmou Mário Soares, considerando que isso foi “qualquer coisa de extraordinário” porque o cardeal terá percebido que, se não fosse assim, a Igreja ficaria numa situação difícil. “Os comunistas não estavam ali para brincar. Queriam fazer uma Cuba no ocidente, que era uma coisa terrível”, complementou.

Samuel Mendonça
Pub