Breves
Inicio | Sociedade | Ministério Público acusa residente em Faro de 67.624 crimes de pornografia de menores

Ministério Público acusa residente em Faro de 67.624 crimes de pornografia de menores

Um homem residente em Faro foi acusado pelo Ministério Público (MP) da prática de 67.624 crimes de pornografia de menores, alegadamente por ter trocado com milhares de pessoas fotos e vídeos com conteúdo pornográfico.

De acordo com uma nota divulgada na página da internet da Procuradoria da Comarca de Faro, o homem, de 41 anos, está indiciado “pela prática de crimes de pornografia de menores e de pornografia de menores agravada”.

“Foram imputados ao arguido 67.624 crimes de pornografia de menores, em virtude de, segundo a acusação, ter descarregado, carregado e trocado com milhares de pessoas pela internet esse número de ficheiros”, lê-se na nota da Procuradoria de Faro.

De acordo com a acusação, o arguido “dedicava-se há cerca de 10 anos à obtenção e divulgação de fotografias e vídeos pornográficos envolvendo crianças e jovens […] com menos de 14 anos, em atos sexuais entre si e com adultos”.

O homem foi detido pela Polícia Judiciária em 2015, no âmbito de um inquérito dirigido pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Faro.

Verifique também

Câmara de Faro atribuiu nome do padre João Sustelo a praceta da cidade

A Câmara de Faro atribuiu no Dia do Município, 7 de setembro, o nome do …