Pub

O ministro de Estado e da Economia admitiu ontem que o Governo poderá proceder a novas reduções de portagens nas antigas autoestradas sem custos para o utilizador (SCUT), privilegiando os residentes beneficiários dessas infraestruturas.

Pedro Siza Vieira transmitiu esta sua posição no final do primeiro de dois dias de debate do programa do XXII Governo Constitucional na Assembleia da República, após uma intervenção do deputado do Bloco de Esquerda, eleito pelo círculo do Algarve, João Vasconcelos que voltou a exigir o fim das portagens na Via do Infante (A22).

Relativamente às antigas SCUT, o ministro de Estado e da Economia referiu que, na anterior legislatura, a opção do seu executivo foi a de beneficiar as empresas com reduções de portagens, baixando também por essa via os respetivos “custos de contexto”.

“Nesta legislatura, dar-se-á uma atenção especial aos residentes utilizadores dessas infraestruturas”, completou Pedro Siza Vieira.

com Lusa

Pub