Inicio | Igreja | Muitos algarvios levaram para casa a ‘Luz da Paz’, vinda de Belém

Muitos algarvios levaram para casa a ‘Luz da Paz’, vinda de Belém

Luz_paz_belem_2014_faro (2)
© Samuel Mendonça

Muitas pessoas acorreram às igrejas de Albufeira, de Ferreiras e de São Pedro de Faro este fim de semana com candeias, lanternas e candelabros para levarem para as suas casas a ‘Luz da Paz’, trazida dos luzeiros do local assinalado com uma estrela em prata, na basílica da Natividade em Belém (Palestina), atribuído ao nascimento de Jesus.

Na missa de sábado à noite na igreja de São Pedro de Faro, a chama trazida de Espanha na noite anterior, foi partilhada com muitas pessoas que ali se deslocaram, entre as quais uma representação do Agrupamento 1255 de Moncarapacho do Corpo Nacional de Escutas, o administrador delegado da Algar e o presidente da Câmara de Faro, tendo a mesma sido levada para a autarquia.

Tal como na vigília da noite anterior, o pároco da paróquia de São Pedro de Faro, o cónego Carlos César Chantre, exortou à construção da paz.

A ‘Luz da Paz’, tal como acontece há nove anos, foi também recebida em Albufeira no âmbito do Acordo de Geminação que a cidade mantém com a sua congénere austríaca de Linz e que representa a aproximação das duas cidades e a solidificação de valores de amizade e solidariedade.

A chama chegou à igreja matriz de Albufeira trazida pelo consolado austríaco no Algarve para a eucaristia das 18h. A celebração, presidida pelo pároco da cidade, o cónego José Rosa Simão, contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, Carlos da Silva e Sousa, e do cônsul honorário da República da Áustria no Algarve, Nelson de Melo, para além dos elementos do Agrupamento 714 de Albufeira do Corpo Nacional de Escutas.

No final da celebração, que contou ainda com um apontamento musical protagonizado por um elemento do Conservatório Musical de Albufeira, a chama foi também partilhada pelas muitas pessoas presentes que a quiseram levar para casa.

A ‘Luz da Paz’ foi também recebida ontem, pelas 16h, na igreja de Ferreiras, no concelho de Albufeira, para a celebração da eucaristia presidida pelo pároco daquela comunidade paroquial, o padre Joel Teixeira, tendo sido igualmente distribuída pelos presentes que a quiseram levar.

Carlos Silva e Sousa afirmou estar “muito orgulhoso por Albufeira participar, uma vez mais, neste movimento de fraternidade, igualdade e aproximação entre os povos” e informou que a ‘Luz da Paz’ vai permanecer no edifício dos Paços do Concelho até ao Dia de Reis (6 de janeiro) à disposição de quem queira ir ali acender a sua própria vela.

A tradição da ‘Luz da Paz’ foi iniciada há cerca de 20 anos, na Áustria, resultante de uma ação caritativa a favor de crianças portadoras de deficiência e de pessoas carenciadas, promovida pela televisão pública austríaca. Desde então, todos os anos uma criança daquele país é convidada a recolher a luz da igreja da Natividade e, a partir de uma celebração ecuménica realizada em Viena, a distribui-la pela Europa, acompanhada de uma mensagem de paz. Desde 1990 muito difundida pelos escuteiros, a ‘Luz da Paz’ é atualmente recebida em cerca de 25 países.

Verifique também

Primeira saída da imagem da Mãe Soberana do concelho de Loulé foi para visitar Silves

A história do culto e da devoção a Nossa Senhora da Piedade, popularmente evocada como …