Pub

Um novo posto da GNR de Almancil foi inaugurado no passado dia 14 deste mês para substituir as antigas instalações, que funcionavam num espaço exíguo no centro da vila, naquela que é uma das freguesias mais turísticas do Algarve e que abrange zonas do segmento de luxo do turismo como a Quinta do Lago ou Vale do Lobo.

Foto © Mira/CML

O novo posto vai contribuir para afirmar o Algarve como um destino seguro, proporcionando melhores condições de trabalho aos militares e também de atendimento ao público, disse na ocasião o ministro da Administração Interna.

Segundo Eduardo Cabrita, que presidiu à cerimónia de inauguração do novo posto, Loulé é “um concelho especial”, com uma “percentagem significativa de turistas”.

Foto © Mira/CML

O fator que diferencia o destino Algarve, acrescentou, é a “imagem de segurança”.

O posto, que representou um investimento de 1,1 milhões de euros, vai oferecer melhores condições de trabalho e também de atendimento a uma população de mais de 10 mil habitantes, dispondo de um ginásio, balneários e uma sala de atendimento à vítima, pelo que se tratava de “uma real necessidade e não um luxo”, frisou o governante.

O custo da obra foi o mais avultado de um lote de investimentos realizados ao abrigo de uma parceria celebrada em 2014 entre a Câmara de Loulé e o Ministério da Administração Interna, num montante global de 2,3 milhões de euros em se integram também o subdestacamento da GNR de Quarteira, o posto de Salir e uma intervenção no posto de Loulé.

Foto © Mira/CML

O novo posto da GNR em Almancil é composto por um efetivo de 26 militares, que atuam numa área total de 62,30 quilómetros quadrados.

Em novembro de 2018, Eduardo Cabrita assinou um protocolo para avançar com a transferência do comando territorial da GNR do distrito de Faro, até agora sediado na capital algarvia, para a cidade vizinha de Loulé.

Na altura, o ministro da Administração Interna justificou a transferência com o facto de a GNR não ter qualquer responsabilidade na zona urbana de Faro, cuja jurisdição pertence à PSP.

O novo comando será construído de raiz num terreno cedido pelo município de Loulé e o investimento para a sua construção deverá rondar os 10 milhões de euros, verba que será partilhada entre o município e o ministério, disse na altura o governante.

com Lusa

Pub