Pub

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

A Cáritas Diocesana do Algarve tem novos órgãos sociais nomeados pelo bispo do Algarve que tomaram posse no passado sábado por mais um triénio (2014-2017).

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

Tendo como assistente o padre Carlos de Aquino, a nova direção é constituída pelo presidente Carlos Oliveira, pelo secretário diácono Albino Martins, pela tesoureira Isilda Delfino e pelos vogais Luís Henriques, irmã Cristina Novo, Jessica Silva, Mariana Santos e Nuno Silva.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

O conselho fiscal é constituído pela presidente Maria Antonieta Carneiro e pelas vogais Vanda Rosa e Rita Chaves.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

Na missa de encerramento da assembleia diocesana da Igreja algarvia, na igreja de São pedro do Mar, em Quarteira, onde decorreu a tomada de posse dos órgãos sociais, o bispo do Algarve destacou o benefício testemunhal do ato. “Queremos com este gesto contagiar toda a nossa Igreja diocesana no serviço aos pobres, sabendo que passa por aí a verdade do que somos e celebramos e também que esse é o caminho mais verdadeiro de conseguirmos esta vocação à santidade”, afirmou D. Manuel Quintas.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

O prelado lembrou, por isso, que “a Cáritas não se substitui àquilo que é tarefa de cada um”. “É importante que todos saibamos que a dimensão sóciocaritativa é fundamental para a vivência e testemunho da nossa fé. A Cáritas é um organismo que desperta, provoca, coordena e envolve, mas atenção: todos nós temos a responsabilidade de viver esta dimensão sóciocaritativa na Igreja por força do nosso próprio batismo”, advertiu.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

“Sabemos como tem sido importante o serviço que a Cáritas tem prestado na nossa região do Algarve e é, certamente, com o apoio e a colaboração de cada um de vós”, concluiu.

Pub