Pub

Os núcleos da Liga Intensificadora da Ação Missionária (LIAM) na Diocese do Algarve receberam, de 6 a 12 deste mês, a visita do padre Paulinus Anyabuoke, da equipa da Animação Missionária daquele movimento laical ligado aos Missionários do Espírito Santo (espiritanos).

Os 13 núcleos algarvios da LIAM, constituídos em várias paróquias, passaram assim a ser visitados duas vezes por ano. “O motivo é estar mais perto e apoiar os núcleos a crescerem”, explicam os responsáveis.

O sacerdote aproveitou o momento da visita para convidar os liamistas da diocese algarvia para a V Jornada de Espiritualidade Missionária Espiritana que se realizará em Fátima nos próximos dias 18 e 19 de março, no Seminário do Verbo Divino.

Para a comemoração dos 80 anos da LIAM, será realizada no Algarve uma celebração comemorativa no dia 7 de maio deste ano, no Santuário de Nossa Senhora da Piedade, em Loulé, popularmente conhecida como Mãe Soberana.

Também a campanha para apoiar o projeto na Bolívia onde trabalham dois missionários espiritanos e a necessidade de socorrer ao apelo do Centro Padre Alves Correia (CEPAC) estiveram no centro na mensagem que receberam os núcleos algarvios.

“É preciso reacender o zelo pelas missões nas paróquias, formando novos grupos e fazendo os núcleos já existentes a crescer mais. São os desafios para este ano”, destacam ainda os responsáveis da LIAM.

A LIAM, fundada em Fátima em 1937, é um movimento de leigos que procura dar visibilidade e vivência à dimensão missionária da Igreja em Portugal e, ao mesmo tempo, apoiar a missão que se faz além-fronteiras.

Pub