Pub

Coube ao Sporting a primeira oportunidade de golo, por Djaló, aos 14 minutos, que não respondeu da melhor forma a um cruzamento e cabeceou à figura de Hugo Ventura. Aos 21′, Matias Fernandez cabeceou ao lado após boa jogada de Liedson pela esquerda. A grande oportunidade de golo para o Olhanense na primeira parte surgiu aos 28′, por Djalmir, que rematou torto após excelente passe de Rui Duarte. Aos 37′, Tonel falhou o alvo por pouco após cobrança de livre indirecto. O primeiro tempo terminou com poucas jogadas de perigo, apesar do esforço suplementar dos jogadores de ambas as equipas.

A segunda parte começou com um excelente lance de Paulo Sérgio concluído com um remate de fora da área que saiu perto do poste da baliza do Sporting. Foi o primeiro aviso de um início de tempo dominado pelos algarvios. Aos 6′, Rui Patrício fez defesa apertada para canto e, dois minutos depois, o chapéu ficou curto a Djalmir perante a atenção do guardião leonino. Aos 16′, Ukra rematou para defesa apertada de Patrício. As substituições pouco trouxeram de novo ao jogo e, já com um relvado bastante castigado pela chuva, não se registaram ocasiões de golo até ao final.

O resultado pode considerar-se justo e tem de se dar mérito aos jogadores pelo esforço demonstrado perante as adversidades climatéricas. Ficou a ideia de que poderia ter sido um excelente jogo se as condições fossem melhores. De louvar, também, a resistência dos espectadores ao forte temporal.

Abel Ramos

Clique na fotopara ver mais fotos

Pub