Pub

Jorge Costa confessou ter estudado o possível “onze” dos vimaranenses – que não podem contar com cinco jogadores por castigo, na sequência da derrota em Braga (2-3) na última jornada – e desvalorizou as ausências no adversário.

“Se calhar, cinco jogadores do Olhanense faziam muita falta. Mas o Vitória é uma equipa com outros objetivos, tem um plantel constituído de uma forma que nós não temos capacidade para combater”, lembrou o técnico, abordando as diferentes metas dos dois conjuntos.

Na opinião de Jorge Costa, “aquele que será o ‘onze’ do Vitória neste jogo é um ‘onze’ que lutava pela Europa”: “Não estamos, de maneira alguma, à espera de um Vitória fragilizado”, frisou.

O treinador algarvio sublinhou que a sua equipa vai encontrar um “ambiente difícil”, mas, nesta fase final do campeonato, em que “as decisões estão cada vez mais próximas de acontecer”, o objetivo passa pela vitória.

“É a fase final do campeonato e queremos, o mais rapidamente possível, conquistar o nosso objetivo, que é a manutenção”, disse, lembrando a vantagem favorável de seis pontos sobre o penúltimo classificado, o Leixões.

Jorge Costa aproveitou uma pergunta sobre o alegado interesse de um clube espanhol em Castro para elogiar os jovens jogadores da sua equipa. “Trabalho com jovens há dois anos e satisfaz-me bastante ver a sua evolução. Enquanto treinador, sinto-me responsável pelo crescimento deles. Muitos destes jogadores serão o futuro do futebol português”.

“Sei quais os jogadores e até onde podem chegar – temos aqui um lote significativo de jogadores que serão o futuro do futebol português, futuros internacionais AA da nossa seleção e que irão dar muitas alegrias aos portugueses”, assegurou.

Para a deslocação ao recinto do conjunto orientado por Paulo Sérgio (começou a sua carreira de técnico em Olhão, subindo o Olhanense da II Divisão à Liga de Honra), os algarvios têm três baixas – Rui Duarte, Ricardo Ferreira e João Gonçalves -, todas por lesão.

O Vitória de Guimarães, quinto classificado, com 36 pontos, e o Olhanense, 14.º, com 24, jogam domingo no Estádio D. Afonso Henriques, a partir das 20.15 horas.

Lusa

Pub