Pub

“O primeiro objectivo passa por fazer três pontos. Estamos preparados para mais uma batalha e para somar uma vitória, apesar de o jogo ter esse condimento extra de ser o primeiro duelo algarvio no campeonato desde há mais de 20 anos”, disse Daúto Faquirá, na antevisão da partida.

O último encontro entre emblemas algarvios no primeiro escalão data de janeiro de 1989, quando Farense e Portimonense empataram sem golos.

“É uma variável que acaba por dar um caráter diferente e especial a este jogo e, por mais que queiramos fugir a isso, é algo incontornável”, comentou Faquirá.

O Olhanense está a fazer um bom campeonato, permanecendo imbatível e sendo a equipa com menos golos sofridos, facto realçado pelo técnico: “Esse momento de estarmos com menos golos sofridos é bom, porque é sempre bom que falem de nós, que falem do Olhanense, da equipa, de Olhão. É um sinal de que a nossa organização tem sido boa”.

“As coisas estão a correr bem. Os resultados moralizam as equipas, e nós não fugimos à regra. Termos neste momento seis pontos é moralizador, dá-nos confiança e estabilidade emocional e reforça o que temos feito, um trabalho bom, também com mérito do grupo”, resumiu.

Na sexta feira, o Olhanense tentará prolongar a série positiva e, em caso de triunfo, atingir provisoriamente o segundo lugar da tabela, caso soma os três pontos, mas o jogo diante do Portimonense – que deverá contar com casa cheia, cerca de seis mil espetadores – será “extremamente difícil”.

“O Portimonense é uma equipa bem orientada, com muitos valores – nomeadamente jovens portugueses que procuram o seu espaço e alguns jogadores africanos – que se querem afirmar no nosso campeonato. São uma equipa irreverente, que ainda por cima surge moralizada depois de uma vitória e de terem ultrapassado a tal malapata do Estádio Algarve”, analisou Daúto Faquirá.

O Olhanense, sétimo classificado com seis pontos, recebe o Portimonense, 12.º com quatro pontos, em jogo marcado para sexta feira, no Estádio José Arcanjo, às 20:15, com arbitragem de Elmano Santos (Madeira).

Lusa

Pub