Pub

A equipa orientada por Vítor Oliveira foi quase sempre superior à do principal campeonato português, sobretudo na primeira parte, em que o domínio foi total, e na segunda parte, após o Olhanense ter reduzido aos 30 segundos, Pedro Pereira “matou” a partida com um excelente golo, com os algarvios reduzidos já a 10 unidades.

Com o esquerdino Luisinho a semear o perigo na ala direita do ataque, os avenses inauguraram o marcador aos nove minutos: o extremo fugiu por essa banda, fletiu no terreno e rematou cruzado, sem hipóteses para Bruno Veríssimo.

Um apático Olhanense via jogar o Desportivo das Aves e, aos 34 minutos, Tiago Valente cabeceou à barra, após livre cobrado por Luisinho.

Um minuto depois, Yontcha recebeu a bola na área com alguma liberdade, rematou à meia-volta e a bola saiu a rasar o poste direito, naquela que foi a melhor oportunidade da equipa algarvia na primeira metade.

O Desportivo das Aves chegaria ao segundo golo, aos 37 minutos, na conclusão de um rápido contra-ataque: Rabiola, com excelente remate em arco, proporcionou uma grande defesa a Bruno Veríssimo, mas o guardião não conseguiu anular a recarga em "chapéu" de Luisinho.

A segunda parte começou com o golo de Yontcha, não estavam cumpridos ainda 30 segundos, depois de uma bela jogada de sucessivas tabelas, e nos minutos seguintes o Olhanense, com outra postura, tentou empurrar o Aves para a sua área.

Aos 58 minutos, Carlos Fernandes “disparou” cruzado, obrigando Rui Faria a defesa apertada, mas uma atitude irrefletida de João Gonçalves – protestou a marcação de uma falta e viu o cartão vermelho direto – deitou tudo a perder para os de Olhão (69).

Três minutos depois, os avenses sentenciaram a partida, com um golo de Pedro Pereira, após excelente jogada individual, ainda que Toy, aos 87 minutos, tenha reduzido a desvantagem, depois de um erro crasso de João Pedro, e dado mais emoção aos minutos finais.

Jogo disputado no Estádio Clube Desportivo das Aves, na Vila das Aves.

Desportivo das Aves – Olhanense, 3-2.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores:

1-0, Luisinho, 09 minutos.

2-0, Luisinho, 37.

2-1, Yontcha, 46.

3-1, Pedro Pereira, 72.

3-2, Toy, 87.

Equipas:

– Desportivo das Aves: Rui Faria, Marco Airosa, Tiago Valente, João Pedro, Vítor Vinha, Gonçalo, Júlio César, Marco Cláudio (Lourenço, 66), Vasco Matos (Pedro Pereira, 57), Luisinho e Rabiola (Tozé Marreco, 78).

(Suplentes: Hélder Godinho, Nélson Pedroso, Grosso, Lourenço, Pedro Cervantes, Pedro Pereira e Tozé Marreco).

– Olhanense: Bruno Veríssimo, João Gonçalves, Maurício (Mexer, 46), Jardel, Carlos Fernandes, Fernando Alexandre, Rui Duarte, Jorge Gonçalves, Cadú (Ismaily, 36), Paulo Sérgio e Yontcha (Toy, 80).

(Suplentes: Ricardo Baptista, Ismaily, Toy, Maynard, Paulo Renato, Matias, Mexer).

Árbitro: Jorge Sousa, do Porto.

Ação disciplinar: cartão amarelo para Maurício (13), Vítor Vinha (35), Marco Cláudio (64), Luisinho (66), Jardel (69), João Pedro (75) e Júlio César (84). Cartão vermelho direto para João Gonçalves (69).

Assistência: cerca de 800 espetadores.

Folha do Domingo/Lusa
Pub