Pub

A turma da Figueira da Foz não criou uma verdadeira oportunidade para marcar durante o jogo e os algarvios conseguem a segunda vitória no campeonato, importante na luta pela manutenção.

A equipa de Jorge Costa dominou quase toda a primeira parte, com excepção dos primeiros dez minutos, em que a Naval teve maior posse de bola.

O Olhanense construiu oportunidades suficientes na primeira metade do jogo para estar em vantagem no marcador.

Na segunda parte o Olhanense continuou a toada que vinha apresentando e marcou um grande golo logo aos 51 minutos, num grande remate de Castro.

A pressão atacante do Olhanense continuou e até ao final o Olhanense controlou o jogo.

Pub