Breves
Inicio | Política | Osvaldo Gonçalves recandidata-se à presidência da Câmara de Alcoutim

Osvaldo Gonçalves recandidata-se à presidência da Câmara de Alcoutim

Foto © Samuel Mendonça

O presidente da Câmara de Alcoutim, o socialista Osvaldo Gonçalves, vai recandidatar-se ao cargo nas próximas eleições autárquicas, em 2017, anunciou no sábado a secção concelhia do PS.

Osvaldo Gonçalves vai tentar ser eleito para um segundo mandato consecutivo, depois de nas últimas autárquicas, em 2013, ter conseguido conquistar para o Partido Socialista uma autarquia que era controlada pelo PSD há mais de duas décadas.

O nome de Osvaldo Gonçalves foi designado para encabeçar a lista socialista à Câmara algarvia pela comissão política concelhia de Alcoutim do PS, que indicou num comunicado ter feito uma “apreciação positiva” do trabalho desenvolvido pelo autarca no atual mandato.

A recandidatura do presidente da Câmara foi aprovada “por unanimidade, no quadro da calendarização definida pelos órgãos nacionais para a escolha dos candidatos às autarquias locais”, referiu ainda a secção concelhia socialista.

Osvaldo Gonçalves é natural da freguesia de Martim Longo, é casado, tem duas filhas, é bancário de profissão e, antes de chegar à presidência da Câmara, foi vereador da oposição no último de cinco mandatos consecutivos do PSD à frente do município.

Osvaldo Gonçalves pôs termo ao domínio do PSD no concelho, beneficiando da saída do social-democrata Francisco Amaral, presidente da Câmara desde 1993, devido à lei de limitação de mandatos.

Francisco Amaral concorreu nesse ano à Câmara de Castro Marim e venceu as eleições, tendo deixado a candidatura social-democrata à autarquia de Alcoutim a cargo do seu vice-presidente, José Carlos Pereira, que foi derrotado pela lista encabeçada por Osvaldo Gonçalves.

Alcoutim é um dos 16 municípios do distrito de Faro, está localizado no nordeste do Algarve e na margem do rio Guadiana, fazendo fronteira com a localidade espanhola de Sanlucar del Guadiana.

O município é composto por quatro freguesias, mas é dominado por montes dispersos pela serra algarvia, sendo um dos concelhos do país mais afetados pelo envelhecimento populacional e pela desertificação do território.

Verifique também

Câmara de Loulé faz proposta para limitar urbanismo em zona central de Quarteira

O executivo camarário de Loulé vai propor, na reunião de hoje, a criação de uma …