Pub

“Os encarregados de educação exigem a reorganização das turmas e não aceitam a composição atual, onde algumas têm 20 alunos e outras apenas oito”, disse á agência Lusa Rui André, presidente da Câmara de Monchique (PSD)

Segundo o autarca, os encarregados de educação permitiram a entrada de funcionários e professores, mas “estão unidos e não permitiram que os cerca de 300 alunos iniciassem as aulas”

Além da escola EB2/3, os encarregados de educação das três escolas do primeiro ciclo e do pré-escolar “acabaram por aderir ao protesto e decidiram também solidarizar-se, não deixando que os filhos iniciassem as aulas”, acrescentou

“O que nós queremos é que com os mesmos recursos, as turmas sejam reorganizadas, porque não faz sentido que na mesma sala estejam alunos de vários níveis de ensino”, disse o autarca

Segundo Rui André, os protestos com o boicote ás aulas “vão continuar até que a situação seja resolvida”

Pub