Pub

© Luís Forra/Lusa
© Luís Forra/Lusa

O golfista inglês Paul Waring isolou-se hoje no comando do Portugal Masters, completando a terceira volta no percurso do Oceânico Victoria de Vilamoura com 67 pancadas, quatro abaixo do PAR.

No total, Waring, que entrava na terceira volta empatado com o sul-africano Hennie Otto e o compatriota David Lynn, soma agora 197 pancadas, mais duas que um grupo de quatro jogadores.

Otto desceu à segunda posição, com o mesmo número de “shots” que o irlandês Simon Thornton, o galês Jamie Donaldson e o escocês Scott Jamieson.

Lynn descolou do grupo da frente e caiu para o 16.º lugar, depois de entregar o cartão com 73 pancadas, duas acima do PAR.

Na sexta-feira, os nove golfistas portugueses que iniciaram a VII edição do Portugal Masters falharam o “cut” e foram todos eliminados da competição, o que sucede pela primeira vez na competição.

O Portugal Masters, torneio do European Tour, distribui prémios monetários de dois milhões de euros.

Pub