Pub

O PCP lembra, em requerimento entregue na Mesa do Parlamento no início da semana e agora divulgado, a existência de vários problemas nas obras das escolas secundárias João de Deus e Tomás Cabreira (Faro), Poeta António Aleixo (Portimão), Júlio Dantas (Lagos), Dr Francisco Fernandes Lopes (Olhão) e nas secundárias de Vila Real de Santo António, Silves e de Loulé.

Conforme o requerimento entregue pelo PCP os principais problemas dessas escolas em obras prendem-se com a paragem por falta de pagamento aos empreiteiros, atrasos significativos nos trabalhos, suspensão e adiamento de fases posteriores dos projetos, entre outros.

Segundo os deputados Paulo Sá e Rita Rato, que assinam o requerimento, estes problemas têm causado “graves transtornos às escolas, dificultando a gestão dos espaços e afetando o seu normal funcionamento, além de provocarem uma legítima apreensão na comunidade educativa relativamente à possibilidade de as obras não virem a ser concluídas”.

Os parlamentares pedem então ao Governo que clarifique quais os seus objetivos relativamente às obras em curso nas oito escolas e se os projetos iniciais irão sofrer alterações.

Liliana Lourencinho com Lusa
Pub