Pub
Foto © Luís Forra/Lusa
Foto © Luís Forra/Lusa

O grupo parlamentar comunista dirigiu hoje uma pergunta ao primeiro-ministro socialista, António Costa, sobre se o Governo vai “honrar os compromissos assumidos com as populações antes das eleições legislativas, pondo fim às demolições nas ilhas-barreira da Ria Formosa.

Na missiva enviada ao chefe do executivo, cujo assunto é “demolições na Ria Formosa: palavra dada é palavra honrada?”, os deputados do PCP citam diversos exemplos de dirigentes e candidatos do PS que se manifestaram contra as ações decididas pelo Governo PSD/CDS nas ilhas ao largo de Faro e Olhão.

“Ontem [quinta-feira], numa outra audição” [requerida pela bancada comunista], o Ministro do Ambiente reiterou a sua intenção de prosseguir as demolições, apesar de isso significar a violação de um compromisso assumido pelo PS com as populações”, sublinha o texto do PCP.

O responsável pela tutela, Matos Fernandes, tinha afirmado também no parlamento não ter ainda respostas sobre o processo de requalificação dos vários conglomerados de casas das ilhas-barreira algarvias no mesmo dia (27 de setembro) em que a sociedade Polis Ria Formosa enviou notificações de um mês para esvaziarem os conteúdos aos proprietários de habitações no Farol e Hangares.

Pub