Pub

O Portimonense venceu a Oliveirense por 1-0, em Oliveira de Azeméis, e carimbou o regresso à Liga 20 anos depois da última aparição. O golo decisivo dos algarvios foi apontado por Wilson Eduardo, atleta emprestado pelo Sporting aos algarvios. O jovem avançado e Yero, emprestado pelo FC Porto, foram lançados por Litos na segunda parte do jogo e ajudaram a impulsionar a equipa para a vitória.

"Quero agradecer ao FC porto e ao Sporting que nos cederam jogadores a custo zero [Yero e Wilson Eduardo] e isso ajudou-nos muito nesta caminhada", lembrou Litos, treinador do Portimonense, que garante estar a viver o momento mais alto da carreira.

A equipa de Portimão partiu para esta temporada com Lito Vidigal no comando técnico, e o atual treinador no esqueceu o trabalho realizado pelo antecessor.

"É justo deixar uma palavra de parabéns ao Lito Vidigal que construiu esta equipa. Esta subida é justa por tudo o que fizemos e sobretudo pelo sofrimento de muitos dos nossos atletas que estiveram quase sempre afastados das respetivas famílias", disse Litos na sala de imprensa do estádio Carlos Osório, onde disse estar bem com o clube e ter, por isso, condições para continuar.

O presidente do Portimonense no escondia a satisfação pelo regresso ao convívio com os grandes do futebol nacional.

"É um momento de grande felicidade e estamos todos de parabéns. Vamos gozar este momento histórico. O nosso objetivo era um campeonato tranquilo mas as coisas correram bem e lutamos por isto. É muito bom para o Algarve e para Portimão. Vivemos com muitas dificuldades e é altura de saldar as dívidas e pensar no futuro com o pés bem assentes no chão", rematou Fernando Rocha, presidente do Portimonense.

Lusa

Pub