Pub

Os sadinos, que acumularam cinco derrotas e um empate nos últimos seis jogos, somam agora 16 pontos e sobem provisoriamente a 12.º lugar, enquanto o Portimomense, sem vencer desde a sexta jornada, mantém os nove pontos e fica a cinco do mais direto adversário, agora o Rio Ave.

Carlos Azenha estreou-se ao comando do Portimonense sem sucesso e o melhor que os algarvios conseguiram foi virar a desvantagem inicial de 1-0 (Claudio Pitbul aos 16 minutos, de grande penalidade) com os golos de Lito e Pires, aos 29 e 32 minutos.

O guarda-redes Ventura, que deixou escapar para a baliza um cruzamento de Ney Santos, aos 58 minutos, Cláudio Pitbull, aos 52, novamente de grande penalidade, e Henrique aos 76 colocaram o resultado em 4-2 para os sadinos. Em tempo de compensação (90+2), Ricardo Pessoa, também de castigo máximo, fez o 4-3 final.

Para o Vitória de Setúbal esta é a segunda vitória fora na prova, depois de ganhar ao Marítimo na Madeira – 1-0, logo na primeira jornada.

A jornada prossegue sábado, com o FC Porto a receber o Marítimo e o Sporting o Sporting de Braga, e domingo, com os restantes cinco jogos, entre os quais o União de Leiria-Benfica.

Folha do Domingo/Lusa
Pub