Pub

PortimonenseUm golo do defesa Rui Correia permitiu ontem ao Portimonense consolidar a liderança da II Liga portuguesa de futebol, ao consumar a sofrida vitória por 2-1 na receção ao União da Madeira, em jogo da 18.ª jornada.

O Portimonense, que tinha perdido por pesado 3-0 em Tondela na ronda anterior, entrou a ganhar graças ao tento madrugador de Fabrício, aos nove minutos, mas permitiu que os madeirenses empatassem ainda antes do intervalo, aos 41, por intermédio de Arthuro, antes de Rui Correia estabelecer o resultado final, aos 71.

Os algarvios aumentaram para quatro pontos a vantagem no comando, capitalizando o “nulo” concedido pelo Moreirense no jogo com o Sporting de Braga B, disputado a 16 de novembro, aproveitado ontem também pelo Tondela, que se juntou à equipa de Moreira de Cónegos e ao Sporting B no grupo de perseguidores.

Ao Tondela valeu o golo solitário de Evandro Brandão, concretizado aos 56 minutos, para vencer pela margem mínima no reduto do Santa Clara, penúltimo colocado, que desperdiçou uma grande penalidade dois minutos mais tarde, aos 58, com João Pedro a errar o alvo.

O Sporting da Covilhã, sétimo classificado, igualou o Penafiel, sexto, e deu um passo importante para se manter na luta pela subida de escalão, ao impor a segunda derrota consecutiva aos penafidelenses, com golos de Forbes, aos 45+1 minutos, de grande penalidade, e de Gui, aos 48.

Covilhã e Penafiel são antecedidos na classificação por duas equipas que só poderão ser promovidas caso as equipas principais desçam à II Liga, as representações B do Sporting e do FC Porto, que ontem perdeu uma espécie de clássico de segunda, com o rival Benfica B, por 3-1.

O Trofense afundou-se mais na última posição, ao perder por 1-0 na receção ao Feirense, equipa que também se resume à luta pela manutenção, mas os “aflitos” Atlético e Oliveirense não fizeram melhor, perdendo frente ao Farense (2-0) e ao Beira-Mar (1-0), respetivamente.

Pub