Pub

O triunfo, obtido com golos de Hélder Barbosa (50 minutos), Lima (53) e Alan (70), permitiu ao vice-campeão ascender provisoriamente ao quinto lugar, com 23 pontos, enquanto o Portimomense, sem vencer desde a sétima jornada, segue no 15.º e penúltimo lugar, com nove.

O Portimonense, que poderá terminar a jornada no último lugar, nunca mostrou argumentos para poder, no mínimo, chegar ao empate e, sem surpresa, o Sporting de Braga aumentou a vantagem, com Alan a assinar um golo de belo efeito, aos 70 minutos.

O jogo ficou também marcado pela substituição do brasileiro Mossoró, ainda na primeira parte, com o médio brasileiro a mostrar desagrado pela opção de Domingos Paciência, seguindo diretamente para o balneário após uma exaltada troca de argumentos com o técnico luso.

Este triunfo deixa a formação bracarense provisoriamente na quinta posição, com 23 pontos, mas poderá ainda ser ultrapassada pelo Vitória de Guimarães e Nacional da Madeira.

Por seu lado, o Portimonense “reforçou” o estatuto de candidato à descida de divisão, não vencendo desde a sétima jornada e somando apenas nove pontos, no penúltimo lugar.

O técnico Carlos Azenha, que “pegou” na equipa algarvia há duas jornadas, continua sem vencer desde que começou a sua carreira de treinador principal: cinco derrotas e um empate em seis jogos, com uma média superior a quatro golos sofridos por jogo.

A 16.ª jornada da Liga prossegue no sábado com o Sporting a receber o Paços de Ferreira e a tentar “vingar” a derrota (1-0) sofrida na Mata Real, no arranque da competição.

O líder FC Porto só entra em campo no domingo, com a receção à Naval 1.º de Maio, último classificado, assim como o Benfica, que fecha a ronda em Coimbra, frente à Académica.

Folha do Domingo/Lusa
Pub