Pub

GolfeO Portugal Masters de golfe vai continuar a disputar-se por mais três anos no Oceânico Victoria GC, de Vilamoura, anunciou ontem a organização do evento, que também revelou o prolongamento do patrocínio de mais cinco entidades.

A oitava edição do maior torneio de golfe em Portugal, que distribui dois milhões de euros de prémios, continuará a ter como palco o Oceânico Golf, de 09 a 12 de outubro, prolongando-se o acordo em vigor até 2016.

“Estes acordos representam a confiança de um futuro brilhante”, disse o inglês Peter Adams, diretor de torneios internacionais do European Tour, que aponta para a prova portuguesa – de que será diretor – a “continuação de mais pontos altos”.

Peter Adams, na apresentação oficial do evento, em Lisboa, anunciou ainda o acordo por quatro anos com a companhia aérea Emirates, “importante para o público inglês, que é grande parte do torneio”, por três anos com os Hotéis Tivoli (alojamento) e Bobby Jones (roupa oficial). Por dois anos, a Youth Golf Travel será a operadora de viagens oficial e a Marka será o vinho oficial, nesta edição.

A organização revelou ainda os dados de um estudo encomendado à Sports Marketing Survey, que conclui que o impacto económico do torneio foi superior a 6,7 milhões de euros.

O estudo, que tem como base a edição de 2011, identifica como a maior “fatia” as receitas de espetadores do Reino Unido e Irlanda, com 1,6 milhões de euros.

A maior quota de bilheteira é dos britânicos, com 42 por cento, seguidos pelos espetadores de Portugal (sem Algarve), com 26 por cento, dos espetadores algarvios, com 23 por cento, e do resto da Europa, com nove por cento.

O estudo da Sports Marketing Survey conclui que o Masters de Portugal evoluiu para um “favorito” no European Tour e que “dá substanciais benefícios quantificáveis” para a economia local e para a promoção de Portugal como destino turístico e destino turístico de golfe.

Pub