Pub

Concentraçao de motos de FaroA concentração internacional de motos de Faro é uma “festa da família”, disse ontem o presidente da câmara municipal, Rogério Bacalhau, ele próprio um aficionado que garantiu marcar presença no desfile de domingo.

Numa conferência de imprensa que teve lugar no recinto da concentração, no Vale das Almas, com milhares de participantes a chegar ou já instalados para o evento que decorre até domingo, o autarca farense declarou que esta “não é uma festa do motociclista, é uma festa da família” e que muitas motos levam também “carros, o marido, a mulher e os filhos”.

“São 33 anos de paixão pelas motos, que é o que nos faz, todos os anos, realizar esta concentração”, disse, por seu lado, o presidente do Moto Clube de Faro, José Amaro, que reiterou a expectativa das 15.000 inscrições, equivalentes a um público entre as 25.000 e as 28.000 pessoas.

O presidente da Câmara Municipal de Faro acrescentou que este ano a praia de Faro “estará aberta sempre, a menos que haja alguma situação que a isso obrigue”, sendo apenas limitada a circulação às moto 4.

Questionado pelos jornalistas acerca da atuação das autoridades durante o evento, o autarca disse ser “preciso perceber que as forças de segurança têm o seu papel próprio e o seu principal objetivo é manter a ordem e a segurança”, admitindo que “possam existir excessos daqui ou dali”.

“Todos nós nos recordamos, há muitos anos, dos excessos que existiam no concelho de Faro e que hoje felizmente não existem”, sublinhou Rogério Bacalhau.

Hoje sobem ao placo o baterista dos Xutos & Pontapés, Kalu, e as bandas espanholas Mu e Los Inhumanos, estando a noite de sábado reservada para as atuações de Steve Harris, guitarrista dos Iron Maiden, que se apresentará em palco com os British Lion, e dos portugueses Moonspell.

A despedida desta edição da concentração será no domingo, a partir das 10:00, altura em que os participantes vão percorrer a capital algarvia num desfile de motos.

Pub