Pub

Pedro Paulinho (Liberty Seguros) e Bruno Sancho (LA-Antarte) foram os rivais que mais perto estiveram do potente finalizador algarvio, mas tiveram de contentar-se com o segundo e o terceiro lugares.

A estratégia do diretor desportivo da equipa tavirense, Vidal Fitas, colocou o veterano Nelson Vitorino em fuga, primeiro acompanhado por André Mourato (Liberty Seguros) e depois a solo, e obrigou os restantes conjuntos ao trabalho de perseguição ao ”Pantani de Olhão”, cuja resistência acabou nos 20 derradeiros quilómetros.

“Os meus colegas estão de parabéns. Quando se prevê uma chegada ao sprint, fazem sempre o possível para que eu ganhe. Nem sempre consigo agradecer com uma vitória, mas hoje isso foi possível. Estamos no início da época e espero que esta vitória traga muitas mais”, congratulou-se Caldeira, após ser “lançado” pelo companheiro de equipa espanhol Alejandro Marque.

Lusa

Pub