Breves
Inicio | Igreja | Provincial dos redentoristas disse o que acontecerá à congregação em Lagos em tempo de “discernir presenças”

Provincial dos redentoristas disse o que acontecerá à congregação em Lagos em tempo de “discernir presenças”

O superior provincial do Missionários Redentoristas disse ontem que a condecoração atribuída pela Câmara de Lagos à Congregação do Santíssimo Redentor é recebida por aqueles missionários redentoristas como “um momento de compromisso”.

O padre Rui Santiago explicou na sessão solene de atribuição da Medalha de Mérito Municipal – Grau Ouro à comunidade algarvia daqueles missionários que “a congregação no mundo todo, mas em particular aqui no sul da Europa, está num processo de reestruturação muito grande para pensar e discernir as suas presenças”. “Onde é que faz sentido estar, onde é que já não faz sentido estar e onde é que é preciso ir porque não estamos lá?”, questionou, lembrando que em Portugal também se vive esta “hora de discernir”. Nesse sentido, assumiu “um compromisso futuro”. “A casa no Algarve é uma casa da qual nós não abdicamos. É para nós claro que Lagos é um sítio onde temos que estar e queremos, no que nos é possível,qualificar ainda mais a nossa presença”, assegurou numa afirmação a que a assembleia respondeu com uma salva de palmas.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

“Isto implica também repensarmos e redefinirmos a nossa própria presença missionária num lugar como o Algarve”, prosseguiu, acrescentando que essa reflexão será feita tendo em conta a “realidade atual concreta”do“lugar”, da “sociedade” e do “tempo”. “Nós queremos acompanhar o dinamismo da cidade. Por onde a cidade for, nós queremos ir. Queremos também não ficar confinados a uma igreja, a um lugar celebrativo, a um lugar de culto, mas noutro tipo de presença, de dimensão e de ação, em que possamos fazer aquilo que nos compete e que vamos aprendendo a fazer, que tem a ver com diálogo missionário, a procura de um diálogo fecundo com a cultura, com novas linguagens estéticas como colocar os valores do evangelho na procura da formação integral de toda a comunidade”, acrescentou na sessão que decorreu no Centro Cultural de Lagos.

“Estamos comprometidos em qualificar a nossa presença aqui no que nos é possível e estamos certos que, da vossa parte, também há esse compromisso e que vocês também querem que nós continuemos e continuemos procurando renovar a nossa presença e acompanhar o desenvolvimento, a dinâmica própria da cidade”, concluiu o padre Rui Santiago.

Verifique também

Consagrados a trabalhar no Algarve viveram dia de recoleção na preparação para o Natal

O Secretariado Regional do Algarve da CIRP – Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal promoveu …