Pub

No mesmo dia em que a Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL), constituída pelos 16 presidentes de Câmara do Algarve, decide se vai apoiar o protesto nacional de 08 de outubro contra as portagens, o deputado e líder do PS Algarve, Miguel Freitas, e os deputados João Soares e Jamila Madeira visitam as obras de construção da Circular Norte de Faro, uma das várias obras agendadas para a requalificação da Estrada Nacional 125 (EN-125)

A visita dos socialistas eleitos pelo círculo de Faro tem início às 11:00, junto à rotunda da entrada de Faro, no sentido Faro-Olhão.

O PSD/Algarve, por seu turno, espera que da reunião da AMAL, marcada para esta segunda-feira, saia uma decisão de concertação com as forças empresariais e sindicais da região, no sentido de avançar para uma calendarização adequada dessa manifestação de descontentamento contra as portagens.

O PSD Algarve hoje apelou às forças vivas algarvias para se "concertarem urgentemente” e definirem uma plataforma de luta contra a introdução de portagens na Via do Infante à semelhança daquela que foi criada em 2004.

A Comissão de utentes da Via Infante (A22), criada recentemente e cujo mentor é do Bloco de Esquerda, vai aderir ao protesto de luta nacional para tentar travar as portagens nas autoestradas Sem Custos para o Utilizador (SCUT), mas Miguel Freitas já afirmou, em entrevista à Lusa, na sexta-feira, que a Comissão de Utentes da Via Infante é uma “instrumentalização da oposição” e que, por isso, o PS Algarve não vai aderir à manifestação convocada para dia 08 de outubro.

O Governo aprovou recentemente uma resolução que fixa a cobrança de portagens nas autoestradas sem custos para o utilizador (SCUT) no Interior Norte, na Beira Interior, Litoral e Alta e no Algarve, conhecida como a Via do Infante, até 15 de abril de 2011.

Lusa
Pub