Pub

"O PSD precisa de debater os caminhos a seguir e o futuro do país, antes de partir para o acto eleitoral interno", argumentou o autarca algarvio, em comunicado de imprensa enviado à Agência Lusa.

Luís Gomes sustenta que é necessário que o país compreenda quais são "as diferentes ideias e projectos em debate pelo partido, antes de se efectuar o acto eleitoral interno", argumentando que "estas políticas alternativas não ficaram bem claras nas eleições legislativas de 2009 que deram a maioria relativa ao PS".

"O país mudou muito com a crise financeira e é necessário criar alternativas claras ao projecto que o PS apresentou ao país. Para circunstâncias extraordinárias, como o são aquelas que o país atravessa, é necessário também este debate extraordinário antes das eleições directas".

Luís Gomes defende que é necessário voltar a pensar o PSD pela visão de Francisco Sá Carneiro: "Primeiro está o país, depois a democracia e só depois o partido".

Pub