Pub

Em declarações à agência Lusa, o presidente da concelhia, o social democrata Pedro Xavier, acusa o atual executivo de maioria PS, de “falta de lealdade para com a população, e de ter mentido aos partidos políticos locais sobre as contas da autarquia, ao negar sempre qualquer défice enorme”.

“Por falta de lealdade, o executivo devia demitir-se”, defendeu Pedro Xavier, observando que “o passivo da autarquia aumentou 226 milhões de euros nos últimos três anos, tendo o valor de factoring registado um acréscimo de 3,5 milhões de euros em dois meses”.

“Existem situações menos claras e transparentes na gestão deste executivo que têm de ser explicadas”, observou o presidente da concelhia de Portimão do PSD, que defende “uma auditoria do Tribunal de Contas para apurar a verdadeira dimensão do passivo e o rigor da gestão camarária”.

Segundo o PSD, o plano de saneamento financeiro estrutural que a autarquia quer implementar a partir de janeiro de 2011, “não vai reduzir a dívida a curto prazo, e é uma forma do executivo contrair um novo empréstimo de 92 milhões de euros e alienar património municipal”.

“Somos frontalmente contra este plano que prevê a constituição de um fundo imobiliário e a alienação de 49 por cento da Empresa Municipal de Águas e Resíduos (EMARP)”, assegurou Pedro Xavier.

“Isto só demonstra que a autarquia precisa de dinheiro rapidamente”, concluiu.

Na quinta feira, o vice-presidente da Câmara de Portimão disse à Lusa que o plano de saneamento financeiro, visa rescalonar o pagamento da dívida de curto prazo para 12 anos.

Luis Carito reconheceu que o município tem atualmente uma dívida de curto prazo (três a cinco anos) “na ordem dos 104 milhões de euros”, mas garantiu que a capacidade de endividamento “não está esgotada”.

"A dívida está controlada e o plano irá permitir uma melhor gestão dos compromissos", assegurou Luis Carito.

A Lusa tentou obter hoje uma reação do executivo autárquico do PS, às críticas do PSD/Portimão, mas tal não foi possível até ao momento.

O presidente dos sociais democratas de Portimão prometeu para segunda feira, às 12:00, "mais esclarecimentos" ao plano de saneamento financeiro, durante uma conferência de imprensa a realizar na sede concelhia daquele partido em Portimão.

Lusa

Pub