Breves
Inicio | Política | PSD/Faro acusa PS de prejudicar concelho em proposta de estacionamento tarifado

PSD/Faro acusa PS de prejudicar concelho em proposta de estacionamento tarifado

O PSD/Faro acusou na terça-feira o presidente da Assembleia Municipal (PS) de prejudicar o concelho ao vetar a proposta de entrega à Ambifaro da exploração do estacionamento tarifado na cidade.

Em comunicado, o PSD, que detém a maioria na Câmara, mas não na Assembleia Municipal, acusa Luís Graça de seguir uma “linha política bota-abaixista” ao inviabilizar, com o seu voto de qualidade, uma medida que os sociais-democratas consideram “fundamental para resolver o buraco financeiro” do mercado municipal.

No final de 2014 iniciou-se o processo de fusão das empresas municipais Ambifaro (agência para o desenvolvimento económico) e do Mercado Municipal, um ano depois da extinção da empresa do Teatro das Figuras, que passou a serviço municipalizado, mantendo-se apenas inalterada a Fagar, responsável pelo saneamento básico e limpeza.

Segundo o PSD, a proposta de entrega à Ambifaro da exploração do estacionamento tarifado do concelho, apresentada em sessão extraordinária da Assembleia Municipal, na segunda-feira, “foi bem justificada” e estava “claramente suportada por estudo técnico independente”, tendo até sido “aprovada previamente” pelos vereadores socialistas.

Contudo, o PS/Faro, na sua declaração de voto, divulgada à comunicação social, argumenta que a Ambifaro “vem apresentando resultados negativos consecutivos e crescentes” e que um dos objetivos da fusão passava pela redução de custos, a par do aumento da eficácia na prestação de serviços e da rentabilização dos recursos humanos.

“Consideramos fundamental apurar as razões dos prejuízos e do défice acumulados, face ao estudo de viabilidade financeiro, apresentado inicialmente, para sustentar a fusão com a empresa mercado municipal”, referem os socialistas, lembrando que em 2018 a Assembleia Municipal recomendou ao executivo a realização de uma auditoria financeira à empresa.

O PS lamenta que o PSD, mesmo não tendo respondido às questões levantadas pela Comissão de Acompanhamento eleita pela Assembleia Municipal e mostrando “um desprezo pelas decisões deste órgão”, traga “agora para apreciação” as propostas de alteração dos estatutos da Ambifaro e da atribuição da concessão do estacionamento tarifado à empresa.

Já o PSD acredita que esta “seria a única forma” de a empresa que gere o mercado poder “deixar para trás o gigantesco buraco financeiro” deixado pelo PS, argumentam, acrescentando que em 2018 foi reduzida a dívida do mercado e, pela primeira vez desde a sua construção, foram obtidos resultados positivos.

Verifique também

Catarina Martins veio ao Algarve prometer esforço para lutar contra precariedade laboral na próxima legislatura

A coordenadora nacional do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, garantiu na quinta-feira, no Algarve, que …