Pub

No comunicado emitido na sequência de uma reunião entre Macário Correia e os órgãos nacionais e regionais do PSD, o partido diz reiterar “a confiança no Eng. Macário Correia para a conclusão do seu mandato e manifestou a esperança em que o processo judicial possa ter um desfecho célere e positivo”.

Adicionalmente, o PSD “reafirmou o empenhamento e o apoio” à candidatura do atual vice-presidente da Câmara de Faro, Rogério Bacalhau, tendo Macário Correia manifestado “o seu apoio total” ao candidato às eleições de dia 29 de setembro.

Na reunião em Lisboa estiveram presentes o coordenador permanente da Comissão Política Nacional, Marco António Costa, o vice-presidente do PSD Jorge Moreira da Silva, o secretário-geral, José Matos Rosa, o presidente da secção de Faro do partido, Cristóvão Norte e o presidente da distrital de Faro, Luís Gomes, para além de Macário Correia e Rogério Bacalhau.

À saída do encontro, Macário Correia afirmou que será o presidente da Câmara de Faro “até ao último dia dessa missão que é com a tomada de posse daqueles que venham a ser eleitos”.

Na semana passada, Macário Correia regressou à presidência da Câmara Municipal de Faro e explicou que tal ocorreu devido à admissão de um recurso judicial apresentado contra a condenação à perda de mandato.

“Pedi suspensão de funções, a partir do dia 02 do corrente mês, para aguardar serenamente a apreciação de um recurso judicial. Sucede que fui notificado positivamente de admissão desse recurso, restando apenas a análise de uma questão de forma, a qual não é judicialmente considerada urgente”, afirmou Macário Correia.

O presidente da autarquia algarvia tinha pedido a suspensão provisória do mandato enquanto aguardava a decisão sobre um recurso apresentado contra a condenação à perda de mandato por irregularidades no licenciamento de obras privadas em Tavira e entregue o exercício do cargo ao vice-presidente, Rogério Bacalhau.

Lusa

Pub