Pub

O PSD recordou hoje o contributo para a vida política e para a social-democracia do presidente da Câmara de Albufeira, Carlos Silva e Sousa, que morreu esta madrugada, endereçando “as mais sentidas condolências” à família do autarca.

“O Partido Social Democrata recebeu com grande consternação a notícia do falecimento de Carlos Silva e Sousa. Expressa, assim, o seu mais sentido pesar nesta hora”, lê-se numa nota do PSD.

Na nota, o PSD lembra que Carlos Silva e Sousa desempenhava atualmente as funções de presidente da Câmara Municipal de Albufeira, mandato que cumpria pela segunda vez, tendo “dedicado a sua vida ao serviço público”.

“O Partido Social Democrata relembra o seu contributo para a vida política e para a social-democracia e endereça à sua família as mais sentidas condolências nesta hora que a todos apanhou de surpresa”, é ainda referido.

Carlos Silva e Sousa foi vereador, presidente da Assembleia Municipal de Albufeira e deputado à Assembleia da República de 2011 a 2015. No PSD, foi presidente da concelhia do PSD de Albufeira, vice-presidente da distrital da região e ainda membro do Conselho Nacional.

Segundo disse à Lusa fonte da autarquia, o presidente da Câmara de Albufeira, de 60 anos, morreu de madrugada vítima de doença súbita.

Pub