Pub

“A redução do valor das portagens é uma boa notícia para o Algarve e vai ajudar o tecido económico da região. No entanto, é necessário que o Governo realize um esforço adicional na busca de soluções que possam aliviar os algarvios e as suas empresas deste pagamento a que estamos sujeitos”, enunciou o líder da distrital algarvia, Luís Gomes, em comunicado.

Os sociais-democratas algarvios recordam que sempre foram contra a introdução de portagens na A22, “por manifestamente não haver uma alternativa credível, segura e rápida a este itinerário principal”.

Contudo, observam que o Governo “herdou um verdadeiro ‘monstro financeiro’ no que respeita ao negócio das Scut [vias Sem Custos para o Utilizador] em Portugal”, entendendo que “o esforço nacional de consolidação das contas públicas é fundamental e deve ser repartido por todos”.

O PSD/Algarve entende que a decisão de introduzir portagens trouxe dificuldades à circulação durante o verão no Algarve, trouxe prejuízos às empresas da região e deixou uma imagem “menos positiva” aos turistas que a visitaram.

A distrital do Algarve do PSD elogiou também a decisão que permite que as empresas transportadoras de mercadorias continuem a beneficiar de um desconto adicional de dez por cento nas passagens, durante o dia, e de 25 por cento, à noite.

“Esta medida é importante para o fomento da circulação de veículos naquela via que perdeu substancialmente tráfego desde a entrada em funcionamento do sistema de portagens”, afirma.

Lusa

Pub