Pub

Num país a viver há meses uma situação de seca, a caravana do rali português foi surpreendida com a chuva forte que se abateu sobre a região do Algarve, tendo a prova sofrido grandes alterações ao longo das provas especiais de classificação da manhã, com os pilotos a sentir grandes dificuldades para vencer a água, lama e nevoeiro.

A prova será retomada no sábado, com a disputa da terceira etapa, estando previstas correr seis provas especiais de classificação, percorridas duas vezes, num total de 148,16 quilómetros cronometrados.

No arranque para a etapa de sábado, a liderança vai para o finlandês da Citroen Mikko Hirvonen, que conseguiu gerir o seu ritmo e tirar partido dos azares dos dois pilotos da Ford, o seu compatriota Jari-Matti Latvala e o norueguês Petter Solberg, que sofreram despistes que terão hipotecado as suas aspirações na prova.

Liliana Lourencinho com Lusa
Pub