Inicio | Igreja | Renúncia quaresmal de 2018 angariou 15.942 euros para obra da igreja do Rogil

Renúncia quaresmal de 2018 angariou 15.942 euros para obra da igreja do Rogil

Dedicacao_igreja_rogil (2)
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

O bispo do Algarve anunciou, na sua mensagem para a presente Quaresma, que a renúncia quaresmal do ano passado angariada para a construção da igreja do Rogil, no concelho de Aljezur, foi de 15.942,52 euros.

D. Manuel Quintas acrescentou que a comunidade do Rogil “manifesta a toda a diocese o seu reconhecimento pela quantia recolhida em 2018, e que lhe foi destinada como contributo para a construção da sua igreja inaugurada e dedicada, em janeiro passado, a São Vicente”, padroeiro da diocese algarvia.

A igreja do Rogil, em plena Costa Vicentina, era um anseio antigo dos rogilenses e a sua construção teve início em 2012, com o lançamento da primeira pedra em maio daquele ano. Aquela comunidade começou por celebrar a eucaristia na casa de um particular, no armazém de um café, na escola primária e no pequeno salão da Junta de Freguesia ao longo de 20 anos. Desde outubro de 2011 deixaram de celebrar ali, passando para o edifício de um antigo minimercado, cedido gratuitamente pelo seu proprietário, para a celebração dominical.

A igreja, cujo custo de construção ascendeu a mais de 250.000 euros (mais IVA), foi construída num terreno com cerca de 1360m2 cedido pela Câmara de Aljezur a título gratuito em 2009 e foi apoiada pela autarquia em cerca de 55.000 euros para a construção e 15.000 euros para mobiliário. A este apoio juntou-se outro proveniente da Junta de Freguesia local e de uma empresa e de particulares no valor de cerca de 40.000 euros.

O projeto inicialmente previsto contempla ainda uma segunda fase de construção que inclui centro paroquial anexo, casas mortuárias e uma residência paroquial que poderão ser edificados futuramente se se justificar e houver disponibilidade financeira.

Verifique também

Peregrinação desafiou famílias das paróquias da vigararia de Loulé a serem “evangelizadoras do amor”

As famílias das paróquias que constituem a vigararia de Loulé peregrinaram no passado sábado a …