Pub

Com a manutenção quase garantida, a equipa algarvia tem a oportunidade de lutar pelos lugares da primeira metade da tabela, tendo ainda como estímulo preservar a invencibilidade no seu terreno. No Futebol Clube do Porto, o treinador André Villas-Boas já transmitiu o objectivo para as próximas cinco jornadas e que passa pela obtenção dos 15 pontos em jogo, de forma a não ceder terreno para o segundo classificado e, assim, recuperar o troféu principal do futebol nacional, perdido na época passada para o Benfica.
Assistiu-se a uma excelente primeira parte, com um ritmo de jogo bastante intenso. O Futebol Clube do Porto teve as ocasiões mais flagrantes de golo com Hulk como protagonista, dando o mote aos 8 minutos e repetindo a intenção aos 10, 15, 34, 37 e 39 minutos. O guarda-redes Ricardo Batista e a defensiva da equipa de Olhão opuseram-se sempre bem e mantiveram as redes da baliza invioláveis até ao intervalo. Os jogadores da casa também tentaram a sua sorte através de várias incursões de Paulo Sérgio na área portista. No entanto, não foram suficientes para dificultar a actuação do guarda-redes Helton.
No início da segunda parte, André Villas-Boas quis mudar o rumo dos acontecimentos e arriscou uma dupla substituição. A equipa não teve tantas ocasiões como na primeira parte mas foi mais eficaz. Antes dos dois primeiros golos, já o FC Porto tinha estado muito perto de inaugurar o marcador aos 51 minutos (Falcao, ao poste) e aos 57 minutos (corte em cima da linha). Aos 67 e aos 69 minutos, o líder da Liga acabou com a resistência olhanense que, através de um futebol muito bem organizado e combativo criou muitas dificuldades aos azuis e brancos. A partir daí, o jogo baixou de ritmo e a equipa de Daúto Faquirá ainda tentou, sem sucesso, voltar a jogo. A terminar, ainda houve tempo para Falcao bisar e Hulk falhar aquele que seria o quarto golo da equipa portista, o que tornaria demasiado pesada a derrota para a equipa da casa.

LIGA ZON SAGRES – 21.ª Jornada
Estádio José Arcanjo – Olhão – 26 de Fevereiro de 2011
SPORTING CLUBE OLHANENSE
51 – Ricardo Batista
4 – André Micael
5 – Maurício
6 – Nuno Piloto
7 – Ismaily
11 – Djalmir
13 – Carlos Fernandes
19 – Jorge Gonçalves
23 – Paulo Sérgio
27 – Suárez
65 – Fernando
SUPLENTES
1 – Bruno Veríssimo
10 – Lulinha
14 – Cadu
16 – Rui Duarte
17 – Adilson
35 – Tiero
99 – Yontcha

Treinador – Dauto Faquirá

FUTEBOL CLUBE DO PORTO
1 – Helton
5 – Alvaro Pereira
7 – Belluschi
8 – João Moutinho
9 – Falcao
12 – Hulk
14 – Rolando
17 – Varela
21 – Sapunaru
25 – Fernando
30 – Otamendi
SUPLENTES
24 – Beto
4 – Maicon
6 – Guarin
11 – Mariano
13 – Fucile
19 – James
28 – Ruben Micael

Treinador – André Villas-Boas

Árbitro – João Capela

Momentos do Jogo
1.ª Parte
! 8’ Grande remate de Hulk. A bola ainda roça na barra da baliza de Ricardo Batista.
! 10’ Defesa de Ricardo. Hulk entra na área e ganha espaço para rematar. Atento, o guarda-redes desvia para canto.
12’ Livre marcado por Belluschi, fácil para Ricardo Batista.
! 15’ Uma perda de bola de Maurício dá origem a um contra-ataque perigoso do FC Porto que Hulk conclui mal.
17’ Paulo Sérgio cruza para o interior da área mas a defensiva portista afasta para canto.
19’ Paulo Sérgio tenta a sorte de fora da área, a bola sai por cima.
24’ Contra ataque perigoso do Olhanense, Nuno Piloto falha o último passe.
! 27’ Cruzamento de Varela trai Ricardo depois de desviar em Micael. O guarda-redes estica-se e nega o golo.
33’ Na sequência da marcação de um livre, a bola sobrevoa a área do Olhanense e Varela não acerta na baliza.
34’ Cartão amarelo para Fernando Alexandre. Hulk marca o livre mas Ricardo defende o remate forte do brasileiro.
! 37’ Má saída de Ricardo e, Hulk, com a baliza à sua mercê, vê a bola ser cortada por um defesa olhanense.
! 38’ Livre de João Moutinho, a bola passa ligeiramente ao lado.
39’ Entrada de Hulk pela área algarvia mas Nuno Piloto opõe-se ao remate.
41’ Paulo Sérgio surge na área portista mas o remate é desviado para canto.

2.ª Parte
46’ Dupla substituição no FC Porto, saíram Sapunaru e Varela, entraram Fucile e James Rodriguez.
! 50’ Forte remate de Paulo Sérgio mas Helton agarra.
! 51’ Desentendimento entre os jogadores da defesa algarvia e Falcao atira ao poste de Ricardo Batista.
52’ Livre de Hulk, a bola passa por cima da baliza.
54’ Djalmir desmarca-se mas Helton chega mais cedo à bola e afasta-a pela linha lateral.
57’ Hulk entra pela esquerda e remata forte para defesa de Ricardo. Falcao, na recarga, vê o golo ser-lhe negado com um corte em cima da linha.
62’ Cartão amarelo para Hulk.
! 67’ GOLO do FC Porto. Grande remate de Belluschi, de fora da área, longe do alcance de Ricardo Batista.
68’ Substituição no Olhanense, saiu Ismaily, entrou Lulinha.
! 69’ GOLO do FC Porto. Falcao “fura” a defensiva olhanense e marca o segundo.
74’ Substituição no FC Porto, saiu Belluschi, entrou Ruben Micael.
76’ Djalmir recebe a bola mas não consegue rematar à baliza de Helton.
78’ Cartão amarelo para Maurício.
79’ Substituição no Olhanense, saiu Djalmir, entrou Yontcha.
! 81’ Oportunidade de golo para o Olhanense, Yontcha remata em esforço e Helton segura.
83’ Remate de Ruben Micael, por cima da barra.
87’ Substituição no Olhanense, saiu Jorge Gonçalves, entrou Adilson.
88’ Remate de Ruben Micael, ao lado, após cruzamento de Alvaro Pereira.
89’ Após marcação de um livre, Maurício amortece a bola mas não aparece ninguém para concluir.
90’ Cartão amarelo para Ruben Micael.
! 91’ GOLO do FC Porto. Remate de Hulk, Ricardo Batista deixa a bola passar e, na recarga, Falcao faz o terceiro golo.
! 92’ Hulk este muito perto do 4.º golo. Desmarca-se pela esquerda e a bola sai muito perto do poste.

Abel Ramos
Pub