Pub

O Algarvio Rúben Faria (KTM) terminou no “top ten” entre as motos, precisamente no oitavo posto, a 4:13.01 horas de Coma, depois de hoje ter sido o 16.º mais veloz, a 8.34 minutos de Verhoeven.

Dos restantes portugueses que conseguiram terminar a aventura do Dakar, Pedro Oliveira (Yamaha) foi o melhor colocado, no 23.º lugar final, Bianchi Prata (BMW) foi 30.º, Rui Oliveira foi 52.º, imediatamente à frente de Fausto Mota, ambos em Yamaha.

Nos automóveis, o príncipe do Qatar Nasser Al-Attiyah (Volkswagen) venceu pela primeira vez à sétima participação na prova, capitalizando os problemas de Sainz na 11.ª etapa, com a suspensão dianteira do Volkswagen.

O espanhol, vencedor no ano passado, ganhou a última tirada com o tempo de 1:16.08 minutos, mas resignou-se ao terceiro posto, atrás de Al-Attiyah e do sul-africano Giniel de Villiers (Volkswagen).

Ricardo Leal dos Santos, ao volante de um BMW, conseguiu o objetivo de terminar entre os 10 primeiros, festejando em Buenos Aires o sétimo lugar final, depois de hoje ter obtido o 11.º tempo, a 11.08 minutos do vencedor.

Folha do Domingo/Lusa
Pub